Quanto vale um jogo?

Este é um dilema com que me tenho deparado a propósito de For Honor, um jogo bastante competente no que se propõe a fazer, mas pelo qual me custa pagar €70 – ou €69,99, para quem o troco de um cêntimo é coisa valiosa. A pergunta tem vindo a tornar-se cada vez mais familiar nos … Continue a ler Quanto vale um jogo?

Advertisement

The Last of Us #irl

A imaginação tem por base a realidade. Mesmo o mundo mais fantasioso vai buscar inspiração ao mesmo material. Por vezes, contudo, a realidade prova-se capaz de acompanhar a ficção e deparamo-nos com cenas de videojogos no mundo real. Videojogo: The Last of Us #irl: Hotel Monte Palace – Sete Cidades, São Miguel (Açores) O Hotel Monte … Continue a ler The Last of Us #irl

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 7. Online

De todos os artigos neste especial, este último é o que mais se assemelha aos típicos guias com títulos na linha de "Como perceber as mulheres". Isto porque jogar online tem nuances muito particulares que escapam a quem não joga (leia-se "pais", "mais-que-tudo", "vizinhos", etc.). No entanto, também os jogadores deverão ter em conta que … Continue a ler PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 7. Online

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 6. Controlo Parental

Enquanto a pesquisa, análise de informação e classificação etária são ferramentas anteriores à compra efetiva de um jogo, as decisões de aplicação de filtros de controlo parental assumem-se como medidas que acompanham todo o processo de utilização do produto – seja o jogo, seja a consola ou dispositivo móvel. Funcionam como barreiras invisíveis ao consumo … Continue a ler PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 6. Controlo Parental

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 5. Vício

Tal como a influência de jogos violentos, o vício é um perigo iminente aos olhos dos pais e algo como um gambozino para os jogadores. A razão, como tem por costume nestas coisas, estará algures entre os dois pontos de vista. Uma criança ou adolescente que por iniciativa própria invista o tempo livre a jogar … Continue a ler PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 5. Vício

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 4. Classificações e idades

A par da pesquisa de informação, análise de cada jogo e do bom senso, existe outra ferramenta indispensável na avaliação pré-compra de videojogos: os  sistemas de classificação etária. Variam de país para país, com diferenças nos nomes e especificidades, incluindo a força do machado da “censura” a conteúdos violentos ou sexuais (Austrália, alguém?!), mas tem uma base … Continue a ler PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 4. Classificações e idades

PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 3. Violência e influência

Este é um dos temas que mais assusta os pais e é compreensível. O Massacre de Columbine em 1999 apanhou o mundo desprevenido e, perante tamanha violência, que terminou com o suicídio de Eric Harris e Dylan Klebold, procuraram-se respostas. Contudo, 17 anos depois, não foi o sentimento de injustiça, humilhação e segregação social que … Continue a ler PAIS, FILHOS E VIDEOJOGOS | 3. Violência e influência

Picture Perfect: a arte de fotografar videojogos

Somos curiosos inatos e quero acreditar que criativos por natureza. É por isso que acho tão natural que a fotografia no ambiente de jogos (in-game photography ou IGP – porque em inglês as coisas parecem ter sempre mais pinta) seja um reflexo disso mesmo: a criatividade de um produtor que desperta curiosidade num jogador com … Continue a ler Picture Perfect: a arte de fotografar videojogos

Horizon VS Tomb Raider | Design, mecânicas e sexo

Podem não ter começado como adversárias e as próprias produtoras e editoras podem nem sequer vê-las como tal, mas neste momento Lara Croft e Aloy são rivais inatas. Com a confirmação de que Rise of the Tomb Raider será um exclusivo Xbox e a revelação de Horizon Zero Dawn como um exclusivo PS4 para 2016, … Continue a ler Horizon VS Tomb Raider | Design, mecânicas e sexo

4 boas ideias corrompidas | 4. Embargo

Embargo “O que é um embargo?” poderão perguntar. A resposta é simples: é uma data estipulada pela editora, antes da qual nenhum jornalista está autorizado a publicar uma análise (ou antevisão) do jogo em questão. Quando as críticas começam a chover a potes no Facebook e no Metacritic é sinal de que o embargo expirou. O … Continue a ler 4 boas ideias corrompidas | 4. Embargo

4 boas ideias corrompidas | 3. Pré-compra

Pré-compra Antes de mais, um desabafo: o termo pré-reserva é parvo. A própria ideia é absurda, uma vez que uma coisa está ou não está reservada, não existindo um intermédio. Posto isto, o termo será pré-compra (antes era só reserva, mas alguém algures deve ter achado que “reservar” era coisa do passado). Porque é que … Continue a ler 4 boas ideias corrompidas | 3. Pré-compra

4 boas ideias corrompidas | 2. Updates e Patches

Updates e Patches Ainda no tempo em que a Internet não era um bem essencial, quando um jogo chegava às lojas não havia volta a dar: o jogo era aquele, com os erros e problemas (hilariantes ou só frustrantes) que tivesse. Hoje, arrisco dizer, é raro o jogo que não leva um remendo no dia … Continue a ler 4 boas ideias corrompidas | 2. Updates e Patches