A terrível página em branco

Não há nada que me assuste mais do que uma página em branco. Deixem-me reformular. Tenho um pavor a cobras, também não sou muito amigo de alturas, mas a página em branco, seja física ou virtual, representa um soco no estômago que, como escritor, é incontornável. Se escrevem, seja um artigo científico ou a lista … Continue a ler A terrível página em branco